quarta-feira, 21 de maio de 2014

CARIDADE: RENDA DO 'CORPUS CHRISTI' IMPERATRIZ CONTINUARÁ SENDO APLICADA NA CONSTRUÇÃO DE CENTRO PARA TRATAMENTO DE DEPENDENTES QUÍMICOS



O projeto da Diocese de Imperatriz já está em funcionamento em local provisório, mas a sede definitiva já está em construção
Maquete do futuro Centro Terapêutico


Um dos pontos altos da celebração do Corpus Christi de 2013 foi o anúncio da construção de uma casa para tratamento de dependentes químicos. A renda gerada pelo evento foi utilizada para o início das obras e o mesmo ocorrerá neste ano. O projeto já foi iniciado e funciona provisoriamente com doações da comunidade.

Dom Gilberto Pastana
De acordo com bispo de Imperatriz, dom Gilberto Pastana, a dependência química foi escolhida por ser um grave problema que afeta a toda a sociedade e que hoje atinge milhares de pessoas. Esse trabalho também reforça o exercício da caridade e do amor ao próximo. “O cristão vive sua fé de forma testemunhal, a consequência da fé é a caridade cristã. Essa missão de recuperar vidas de pessoas que são vítimas da sociedade é muito importante. Essas pessoas são vítimas de um modelo social que não inclui, não educa e não pensa no ser humano, só pensa no dinheiro”, analisa o bispo.

Padre Elisvaldo Cardoso, coordenador do projeto, conta que o trabalho no centro terapêutico tem quase dois meses e atende setes pessoas. A ‘Casa do Senhor’ funciona provisoriamente em uma área no povoado Pé de galinha em João Lisboa. Este local tem capacidade para até 10 pessoas. 

O coordenador explica que o tratamento tem duração de nove meses e dividido em três etapas de três meses cada, durante o qual o interno vai gradualmente sendo reinserido no seio da família e na vida social. “O primeiro onde o residente, aquele que faz o tratamento, vai ficar três meses mais isolado. E depois os outros três meses em outro espaço, onde ele recebe a visita da família. Na terceira etapa ele já vai ficar em uma casa que já estamos chamando de residência terapêutica onde ele vai fazer cursos profissionalizantes e vai começar a trabalhar”, detalha.

O centro é mantido por doações tanto de mantimentos para a alimentação dos residentes quanto da força de trabalho de profissionais que atuam nas suas respectivas atribuições. Segundo Padre Elisvaldo, as obras para sede definitiva estão em andamento e devem ser finalizadas ainda este ano. A mesma ficará localizada no povoado Coquelândia, município de Imperatriz. E terá capacidade para atender 30 pessoas.

Cenário -
 Dados do Levantamento Nacional de Famílias dos Dependentes Químicos (Lenad Família), feito pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) dão conta que 28 milhões de pessoas no Brasil têm algum familiar que é dependente químico. O mesmo estudo estima que 5,7% dos brasileiros sejam dependentes de drogas, índice que representa mais de 8 milhões de pessoas.(Assessoria de Imprensa)

Nenhum comentário: