quarta-feira, 30 de abril de 2014

PREFEITURA DE IMPERATRIZ ANUNCIA PLANO PARA RECUPERAÇÃO DAS VIAS URBANAS DA CIDADE

Equipes se dividirão em sete macrorregiões. Ponte da Rua Amazonas já foi licitada. Parte da rua foi arrastada pela chuva.

Ao acompanhar as frentes de drenagem e pavimentação em execução na cidade, o prefeito Sebastião Madeira informou hoje que a Prefeitura já definiu o programa de recuperação dos danos causados no período chuvoso em Imperatriz. 

“Nossas equipes nunca pararam de trabalhar um dia sequer. Mas é do conhecimento de todos que as chuvas desse começo de ano castigaram nossa cidade numa dimensão bem maior que os períodos anteriores. Por isso tivemos que estudar a melhor forma de recuperar os danos e buscar os recursos necessários. Em no máximo 90 dias toda a malha asfáltica da cidade estará revitalizada”, garantiu.

O secretário Municipal de Infraestrutura, Roberto Alencar, detalhou que as frentes de recuperação serão divididasas em sete setores. “Vamos realizar o trabalho de forma simultânea nas regiões do Centro, Nova Imperatriz, Grande Bacuri, Grande Vila Lobão que inclui a Cafeteira, Grande Santa Rita, Grande Vila Nova e região do Grande Vitoria. As equipes que forem terminando vão se integrando às outras para agilizar o serviço a ser realizado entre a segunda quinzena de maio e o mês de julho”, detalhou o titular da Sinfra ao ressaltar que as frentes de drenagem também serão intensificadas:

“Mesmo debaixo de chuva as drenagens em execução não foram interrompidas. Com a redução da quantidade de chuva esse trabalho também será expandido, a exemplo do serviço realizado na Rua Amazonas entre a Avenida Dorgival Pinheiro e a Rua Bom Futuro”, lembra.

Outro trecho importante que está sendo beneficiado com drenagem profunda é o da Rua Santa Rita entre as avenidas Industrial e Newton Belo, via que servirá de corredor de trânsito na região do Grande Santa Rita. “Aqui serão dois quilômetros de drenagem profunda com manilhas de 600 milímetros na rede principal e de 400 milímetros na rede coletora, as chamadas ‘espinhas’. A obra deve ser concluída em 60 dias se as chuvas não se intensificarem novamente. Em seguida toda a extensão da rua será pavimentada e servirá de corredor entre as avenidas principais”, ressaltou Roberto Alencar.

Segundo o secretário, também será realizada a terraplanagem das vias sem asfalto para melhorar o acesso aos bairros mais distantes do centro. Obras a serem realizadas com recursos próprios e em parceria com os governos estadual e federal.

Pontes – O prefeito também anunciou que está sendo realizada licitação para construção da ponte de concreto no cruzamento da Rua Amazonas com a Floriano Peixoto. “Ali é mais um ponto que foi castigado pelo temporal de fevereiro. A empresa vencedora da licitação iniciará a obra assim que for encerrado o processo burocrático”.

Ele garantiu que pelo menos mais quatro pontes de concreto serão construídas pela gestão municipal. “As ruas João Lisboa, Marechal Rondon, Maranhão e Avenida São João também receberão pontes de concreto, já em fase de licitação”. (Kayla Pachêco - ASCOM
)

ELIZIANE GAMA ANUNCIA APOIO A FLÁVIO DINO NESTA QUINTA-FEIRA

A presidente estadual do PPS, deputada Eliziane Gama, está convocando a imprensa para anunciar apoio oficial ao candidato Flávio Dino. A coletiva acontecerá amanhã, às 9h, no Hotel Holyday Inn, no São Francisco.
Eliziane vai anunciar a posição do partido as eleições 2014, assim como sua pré-candidatura a deputada federal, desistindo desta forma de concorrer ao governo em nome da unidade das oposições que estão unindo forças para livrar o Maranhão da chamada oligarquia Sarney.  

GOVERNO DO ESTADO QUER TIRAR RECURSOS DA COMPENSAÇÃO AMBIENTAL DA SUZANO DE IMPERATRIZ PARA MIRADOR



Compensação ambiental da Suzano: quem tem direito, Imperatriz ou Mirador?
                                                                                                           
*Domingos Cezar
             
É muito comum a transferência de recursos de Imperatriz, a segunda maior cidade do Maranhão, para outros municípios ou regiões do Estado.  Em contrapartida, não temos recebido em nossa cidade e na região tocantina as devidas atenções em obras e serviços do Governo do Estado, à altura do que produzimos.

            E essa ingerência negativa tão constante desce-nos goela abaixo, e ficamos calados absolvendo tudo com mansidão, com indiferença, de forma que até já nos acostumamos. Lembra do projeto Maranhão do Sul? Ninguém mais fala nele, não se debate, não damos a mesma importância que nos anos eleitorais.

            E em face essa nossa mansidão, indiferença, o Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais – SEMA quer nos empurrar mais uma de suas estripulias, tirando do povo de Imperatriz e da região tocantina, recursos que serviriam para serem aplicados na área ambiental.

            A SEMA recolheu nada mais, nada menos, que R$ 10,2 milhões pela compensação ambiental somente da fábrica da Suzano Papel e Celulose, faltando ainda a parte do reflorestamento, e agora quer transferir esse polpudo recurso para o Parque Estadual de Mirador, situado numa região muito distante da nossa.

            Ora, a compensação ambiental é uma espécie de “reparo” pelo estrago, pela devastação, pela degradação, enfim, pelos impactos ambientais causados pelo grande empreendimento em solo imperatrizense. E a lei é muito clara. É merecedor do recurso o município aonde o empreendimento encontra-se situado.

            Felizmente, temos em Imperatriz, um ambientalista que por obra e graça do Criador, é o titular da Promotoria de Defesa do Meio Ambiente, o promotor Jadilson Cirqueira. Ele solicitou e conseguiu um extrato da conta da SEMA, na qual estão depositados cerca de R$ 70 milhões de compensa ambiental, incluindo aí os R$ 10,2 milhões da Suzano.

            Em face a essa situação, o representante do Ministério Público entrou com uma ação no sentido de que a SEMA não envie o recurso para a Reserva do Mirador, mas sim para Imperatriz, para que possamos debater com a comunidade para que possamos definir, juntos, onde achamos ser prioridade.

            Quando era conselheiro estadual de Meio Ambiente, consegui aprovar em Brasília, na III Conferência Nacional de Meio Ambiente, um projeto de criação de uma Unidade de Conservação na área que denomino de “Região Lacustre do Rio Tocantins”, situada nos municípios de Imperatriz, Cidelândia, Vila Nova dos Martírios e São Pedro D’Água Branca.

            Como essa área de lagos encontra-se na mais completa degradação creio ser o local ideal para a criação desta Unidade de Conservação, que pode ser mantida com parte desses recursos. Agora é hora de nos unirmos a Promotoria de Defesa do Meio Ambiente, ao Conselho Municipal de Meio Ambiente para reavermos esse recurso que legitimamente é nosso.

Domingos Cezar, jornalista, diretor-conselheiro da Fundação Rio Tocantins, diretor de Relações Públicas do Conselho Municipal de Meio Ambiente – COMMAM.

terça-feira, 29 de abril de 2014

MINISTÉRIO PÚBLICO DO MARANHÃO ACIONA QUATRO JUÍZES POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA


logo mpO Ministério Público do Maranhão ingressou com quatro ações civis públicas por atos de improbidade administrativa contra os juízes Abrahão Lincoln Sauaia, José de Arimatéria Correia Silva e Luís Carlos Nunes Freire, aposentados compulsoriamente por decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e contra o juiz Reinaldo de Jesus Araújo, atualmente em disponibilidade, também por decisão do CNJ. Os processos já foram distribuídos pela Justiça.

As ações contra os magistrados são de autoria do Grupo de Promotores Itinerantes (GPI) e requerem a condenação dos juízes por improbidade administrativa, inclusive com a perda da função pública. Com isso, os magistrados perdem o cargo de juiz, que é vitalício, e, consequentemente, deixam de receber como tal.

Os processos foram solicitados ao presidente do CNJ, Joaquim Barbosa,  pela procuradora-geral de justiça, Regina Lúcia de Almeida Rocha, em 26 de setembro de 2013, considerando que os procedimentos ainda não tinham sido encaminhados ao MPMA.

Contra o juiz Abrahão Lincoln Sauáia pesam casos de atuação negligente; reiteradas liberações de valores em decisões liminares sem contraditório, ampla defesa e garantias, inclusive com indícios de favorecimento de partes ou advogados; distribuição indevida de feitos; paralisação injustificada de processos, entre outros.

Em um dos casos levantados pelo CNJ (processo 1493/2007), o juiz determinou o bloqueio online de mais de R$ 217 mil da empresa Amazônia Celular S/A, a título de indenização e multa por atraso no cumprimento de decisão. A empresa, no entanto, sequer figurava na decisão do processo.

Em vários casos, o juiz teria autorizado o pagamento de grandes valores, em medida liminar, sem que houvesse a devida caução. O magistrado também exorbitou decisão do 2° Grau do Judiciário maranhense no processo 2484/2001, quando expediu mandado de bloqueio, penhora, transferência e intimação contra o Banco Bradesco S/A enquanto já havia decisão superior que determinava apenas a penhora do valor.

"A atuação do magistrado se reveste pela ilegalidade, na medida em que o resultado do ato importa em violação da lei. Essa ilegalidade conduz a arbitrariedade; revela-se pelo excesso de autoridade, em verdade, pela prática de atos abusivos realizados pelo à época magistrado Abrahão Lincoln Sauáia na condução dos processos sob sua competência", afirmam, na ação, os promotores de justiça que compõem o GPI.

BENEFÍCIO A ADVOGADOS

Já o magistrado Luís Carlos Nunes Freire teria conduzido diversos processos de forma atípica, beneficiando advogados que atuam em causas pessoais do próprio juiz. Além disso, em vários casos o juiz teria julgado processos que, no entendimento do Ministério Público, não eram de sua competência e deveriam ser encaminhados a outras varas.

Em outra ocasião (processo 14118/2006), Luís Carlos Nunes Freire determinou o bloqueio judicial e posterior pagamento de R$ 1.356.000,00, em ação contra a Telemar Norte Leste S/A, decisões que foram suspensas pelo Superior Tribunal de Justiça. O juiz, no entanto, descumpriu as determinações do STJ.

No entendimento do CNJ, o juiz também violou seus deveres funcionais e de imparcialidade durante o processo eleitoral de 2008, no município de Barreirinhas. Luís Carlos Nunes Freire foi designado para atuar na localidade em função de impedimento do juiz titular. Mesmo após o fim do impedimento, Nunes Freire continuou atuando nas funções eleitorais.

Ao analisar investigação judicial eleitoral contra o prefeito reeleito, o juiz não teria ouvido a parte ré. Um dos integrantes da questão chegou, inclusive, a ser expulso da sala de audiências por Nunes Freire. O caso levou à cassação do registro de candidatura do primeiro colocado e diplomação do seu adversário, embora houvesse decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que ordenava a "suspensão da diplomação do segundo candidato mais votado até o julgamento do recurso por este Tribunal Regional Eleitoral". 

Há informações de que o candidato diplomado foi visto por diversas vezes no flat em que o juiz estava hospedado em Barreirinhas, sendo a última visita na véspera da diplomação.
"Vale ressaltar que todas as hipóteses descritas revelam o exercício arbitrário por meio do qual Luís Carlos Nunes Freire exerceu a magistratura, dando azo ao entendimento de que acaba por sempre favorecer uma parte em detrimento de empresas de grande porte e instituições financeiras, envolvendo na maioria dos casos, a liberação de vultosas quantias em dinheiro, com restrição aos direitos de defesa dos executados, não se excluindo, assim, a possibilidade de autofavorecimento", observam, na ação, os integrantes do GPI.

LIBERAÇÃO ILEGAL DE VALORES

O magistrado José de Arimatéia Correia Silva também teria liberado diversos valores sem a existência de caução e sem o cumprimento de exigências legais, além da determinação de prazos exíguos, como é o caso do processo 1086/2000, no qual o juiz determinou o bloqueio do de R$ 1.447.232,05 e sua transferência para conta judicial no prazo de duas horas, sob pena de multa de R$ 15 mil por hora.

Em outros processos, como o 6131/2003, valores foram penhorados e liberados sem que houvesse termo de penhora e intimação do devedor para que tivesse a oportunidade de impugnar a decisão judicial.

"Vale ressaltar que a Constituição Federal, em seu art. 37, prevê a plena obediência aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência, que devem reger a atividade pública, mas que, em contrapartida, são prontamente ignorados por José de Arimateia Correia Silva em sua atuação jurisdicional", ressaltam, na ação, os promotores de justiça.

IMPROBIDADE

Os atos de improbidade administrativa levantados pelo Ministério Público do Maranhão, e que levaram o  CNJ a colocar o juiz Reinaldo de Jesus Araújo em disponibilidade, referem-se ao processo 18713/2006 contra a Empresa Maranhense de Administração de Recursos Humanos e Negócios Públicos S/A (Emarhp), sociedade de economia mista que tem como acionista majoritário o Estado do Maranhão.

Na época, o magistrado substituía o titular da ação por apenas quatro dias e, sem qualquer motivação plausível de urgência, decidiu pela antecipação de tutela, expedindo alvarás para saques de R$ 2.047.700,29 e R$ 307.155,04. Ocorre que o advogado da parte beneficiada possuía vínculo familiar com o magistrado, pois era ex-marido da filha de Reinaldo de Jesus Araújo, tendo dois filhos com ela.

Vale ressaltar, também, que o processo estava em poder de um dos advogados envolvidos na questão até o dia em que foi prolatada a decisão. "Ou seja, o magistrado requerido somente teve acesso aos autos no dia 05/09/2006 e ainda pela manhã os analisou, proferiu a Decisão e assinou o Alvará", observam os promotores.

Além disso, já havia sido negado pedido de Liminar para levantamento da quantia, que estava sendo analisado em agravo de instrumento perante o Tribunal de Justiça do Maranhão.

"A análise do fato acima descrito deixa notório o modus operandi arbitrário, parcial e desatento às regras legais com que o demandado exerceu a função jurisdicional, interpretando o direito posto ao seu bel prazer apenas para justificar medidas destituídas de quaisquer fundamentos legais", avaliam os integrantes do GPI.

Se condenados por improbidade administrativa, os juízes Abrahão Lincoln Sauaia, José de Arimatéria Correia Silva, Luís Carlos Nunes Freire e Reinaldo de Jesus Araújo estarão sujeitos ao ressarcimento integral do dano, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa de até cem vezes o valor da remuneração recebida e proibição de contratar ou receber qualquer tipo de benefício do Poder Público, ainda que por intermédio de empresa da qual sejam sócios majoritários, pelo prazo de três anos.
 
GPI

O GPI foi criado a partir de Ato Regulamentar Conjunto n°16/2013 da Procuradoria Geral de Justiça e Corregedoria Geral do Ministério Público.

O grupo auxilia no desempenho das atividades processuais e extraprocessuais junto às Promotorias de Justiça, na capital e no interior, quando o elevado número de procedimentos administrativos justificar a sua atuação.

"A atuação do Grupo de Promotores Itinerantes vem fortalecer o trabalho dos promotores de justiça de todo o Maranhão, reforçando o trabalho do Ministério Público em defesa da sociedade e pelo cumprimento da lei", ressaltou Regina Rocha.

Redação: CCOM-MPMA

HOMEM DECEPA O PRÓPRIO PÊNIS E DESFILA SANGRANDO PELAS RUAS

Antenor Ferreira

Um caso inusitado chocou moradores do bairro Bela Vista, em Natal-RN, nesta terça-feira, 29. Um homem decepou, ou arrancou a própria genitália, no meio da rua. 

Imagens mostram que apesar do sério ferimento o homem desfilava pelas ruas da Grande Natal, dançando e proferindo frases sem sentido.

O primeiro relato do motivo da auto mutilação, seria o de que ele estaria inconformado com o fim de um relacionamento, porém, nas imagens que seguem o homem, que demonstra está transtornado chega a mencionar que havia praticado tal barbárie, após supostamente presenciar seu filho abusar da própria mãe. 

Veja no vídeo abaixo (As imagens são Fortes): 
 


segunda-feira, 28 de abril de 2014

SOCIEDADE ORGANIZADA DE IMPERATRIZ BUSCA SAIDAS PARA A PREVENÇÃO E O COMBATE À VIOLENCIA URBANA

Aconteceu na noite de quarta-feira, 23/04, no auditório da OAB de Imperatriz, uma audiência pública para tratar sobre o fenômeno da violência urbana que tem recrudescido em Imperatriz nos últimos anos. O encontro, puxado pelo Ministério Público reuniu autoridades da área da segurança pública, poder público municipal Justiça e  membros da sociedade civil organizada.

Com o objetivo de não apenas apontar os problemas e buscar culpados, os membros do encontro debateram propostas para implantação de medidas e políticas públicas visando diminuir os índices de violência na segunda maior cidade do Maranhão  que somente este ano já contabiliza mais de 50 homicídios.

A organização da audiência pública se comprometeu que em breve tempo estará divulgando um relatório  com a síntese do resultado do encontro.

Durante meus quase 30 anos de Imperatriz foram muitas as movimentações que participei nesse sentido, com destaque para o final dos anos 90 quando juntamente com José Cortez Moreira (falecido), o "Moreirinha", Conceição Amorim, Valdinar Barros, Simplício Zuza (falecido) e outros companheiros criamos o Fórum pela Vida Contra a Violência.

Foram tantas as reuniões, audiências públicas, passeatas, protestos pela paz, contra a violência e a impunidade que nem dá para contar. Quando a violência recrudesce ou morre uma pessoa de renome na cidade ai a a sociedade se levanta, reúne, protesta, cria entidades, mas depois aos poucos as coisas vão esfriando até nem se ouvir mais falar.

Tantas quantas forem as reuniões e iniciativas nesse sentido forem feitas, acho sempre válido e como membro ativo e cidadão consciente de Imperatriz estarei perfilado para a luta, mas penso que se faz urgente que busquemos de verdade ações concretas, claro, sem abandonar de todo o debate, a teoria e a denúncia.

Nesse  sentido quero parabenizar o Ministério Público do Maranhão (de Imperatriz) que pelo que constatei tratou do assunto encaminhado no sentido das propostas e ações concretas para senão acabar, mas diminuir sensivelmente a violência urbana. 

Vamos aguardar o relatório!

domingo, 27 de abril de 2014

SÃO JOSÉ DOS BASÍLIOS-MA: APROVADOS EM CONCURSO PÚBLICO DO MUNICÍPIO SERÃO REINTEGRADOS AOS SEUS CARGOS, APÓS QUATRO ANOS DE LUTAS

Depois de muita luta na Justiça, finalmente conquistamos uma vitória: aprovados no concurso de São José Basílios serão reintegrados aos seus cargos após quatro anos de lutas.


O Juiz da comarca de Joselândia, Drº Cristóvão Sousa Barros entendeu, interpretou e acatou como procedente a VALIDAÇÃO DO CONCURSO MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS BASÍLIOS contido no relatório do acórdão, cujo relator deu provimentos aos apelos, deixando evidente no seu relatório a validação do concurso municipal de São José dos Basílios. E segundo o Mesmo(Cristóvão), todos os aprovados começarão a trabalhar na próxima semana, após o prefeito ser notificado.

Eu em nome de todos os que passaram no concurso venho agradecer em primeiro lugar a Deus e em segundo lugar à brilhante interpretação do excelente Juiz de direito, respondendo pela comarca de Joselândia, Cristóvão Sousa Barros... (Aldo da Silva Melo)


Foto de Aldo Da Silva Melo.
Foto de Aldo Da Silva Melo.

sábado, 26 de abril de 2014

PT DE SARNEY FICOU MENOR E TRISTE NO MARANHÃO

O naufrágio da candidatura de Luis Fernando Silva (PMDB) e a substituição por Edinho Lobão (PMDB) deixou o PT da base de Sarney ainda mais tonto no Maranhão.

Petista fala para Edinho. Monteiro, ao centro, de camisa azul, fica de cabeça baixa
Os sarnopetistas chegaram a ensaiar a realização de um grande encontro para anunciar o apoio a Edinho, mas não conseguiram reunir nem 20 pessoas (veja a imagem).
Na foto acima os petistas parecem pouco entusiasmados com o filho de Lobão. Nem parece com a imagem de 2010, quando Washington Oliveira (WO) e Raimundo Monteiro davam gargalhadas ladeando Roseana Sarney, vestida com a camisa do PT.
Em 2010 WO e Monteiro eram só alegria ao lado de Roseana Sarney
Sentindo o cheiro da derrota de Sarney, a maioria da militância do PT está com Flavio Dino (PCdoB) e deu as costas para Monteiro e WO.

Agora, nem Lula convence o PT do Maranhão a votar no candidato de Sarney. É caixão e vela!

sexta-feira, 25 de abril de 2014

DOLEIRO PRESO EM SÃO LUÍS ESTAVA NEGOCIANDO COM GOVERNO DO MARANHÃO, ACREDITA POLÍCIA FEDERAL

Operação Lava Jato aponta que doleiro Alberto Youssef aparece em conversas discutindo acordo da empreiteira Constran com o governo Roseana que renderia mais de R$ 100 milhões à empresa



No início das investigações que culminaram na Operação Lava Jato, deflagrada há um mês, a Polícia Federal imaginava que o doleiro Alberto Youssef estaria envolvido apenas com lavagem de dinheiro e evasão de divisas, práticas pelas quais já havia sido acusado. No entanto, reportagem dos jornalistas Marcelo Rocha e Murilo Ramos, da revista Época, indicam que, à medida que a investigação avançava, a PF descobriu a atuação do doleiro em outras frentes de negócios. Uma delas surpreendeu os agentes federais: Youssef aparece em meio a conversas telefônicas (leia o documento abaixo) tratando da negociação do pagamento de precatórios (dívidas antigas) do governo do Maranhão à empresa Constran. A dívida, que supera R$ 110 milhões, refere-se a serviços de terraplanagem e pavimentação da BR-230 contratados na metade da década de 1980.
precatorio no maranhao Doleiro preso estava em São Luís negociando com governo do Maranhão, acredita Polícia Federal
Conversas telefônicas citadas na investigação da Polícia Federal (Foto: Reprodução)
A revista Época publicou um email interceptado pela Polícia Federal que mostra envolvimento de Alberto Youssef na negociação. No dia 10 de dezembro do ano passado, o diretor financeiro da UTC, empresa que controla a Constran, Walmir Pinheiro, encaminha uma mensagem para Youssef e para o diretor financeiro da Constran, Augusto César Ribeiro Pinheiro, cujo título era “Precatório MA”. Walmir Pinheiro parabeniza os dois pela “concretização do acordo com o gov. MA”. E ainda enaltece a conquista em razão da dificuldade em alcançá-la: “sei perfeitamente o quanto foi duro fechar esta operação, foram quase 6 meses de ida e vinda”, afirma Pinheiro. A dívida do Maranhão com a construtora estava na Justiça há mais de 20 anos. No e-mail, Walmir refere-se a Youssef como “Primo”, apelido amplamente utilizado por pessoas próximas ao doleiro. Na mensagem, foram copiados ainda o presidente da UTC Engenharia, Ricardo Pessoa, e o diretor da Constran e ex-ministro de Infraestrutura do governo Fernando Collor de Mello, João Santana, apelidado de João Bafo-de-Onça, personagem de Walt Disney.
email dou youssef Doleiro preso estava em São Luís negociando com governo do Maranhão, acredita Polícia Federal
E-mail enviado por Walmir Pinheiro, diretor financeiro da UTC Engenharia, controladora da Constran, a Alberto Youssef e ao diretor financeiro da Constran, Augusto César Ribeiro Pinheiro (Foto: reprodução)
Walmir comemora o recebimento da primeira parcela e aguarda a liberação de outras 23 prestações. No dia 26 de dezembro de 2013, duas semanas após a mensagem enviada a Youssef, o governo do Maranhão depositou R$ 4,7 milhões na conta da Constran. Segundo o portal da transparência do governo maranhense, o depósito está relacionado a um acordo judicial “devidamente aprovado pela governadora do Estado do MA (leia documento abaixo)”. Em 4 de fevereiro e 18 de março, o governo fez outros dois depósitos, que somaram R$ 9,4 milhões.
No dia da Operação Lava Jato, Youssef foi preso pela Polícia Federal em São Luís. Procurado pela reportagem de ÉPOCA, o advogado do doleiro, Antônio Augusto Figueiredo Bastos, afirma que Youssef não tem relação com os dirigentes da Constran nem com as negociações da dívida maranhense. Afirma, ainda, que seu cliente fazia viagens ao Maranhão para prospectar negócios no ramo da hotelaria. Por meio de nota, o governo do Maranhão afirma que o acordo para pagar os precatórios da Constran gerou economia de R$ 29 milhões ao estado e está respaldado juridicamente. Afirmou, ainda, “não ter conhecimento de contato de seus membros com dirigentes da Constran ou UTC”. A revista Época conseguiu localizar Augusto Cesar Ribeiro Pinheiro, um dos que receberam email junto com Youssef. Perguntado sobre detalhes do email e se conhece o doleiro, Augusto César disse: “me manda um email. Estou em viagem e o custo de deslocamento (ligação) é alto”. A reportagem insistiu nas perguntas, mas Augusto César não quis responder. Procurada há uma semana, a Constran não respondeu aos pedidos de informação.
governadora do estado do ma Doleiro preso estava em São Luís negociando com governo do Maranhão, acredita Polícia Federal
Documento do portal da transparência do Governo do Maranhão (Foto: reprodução)
De acordo com a Polícia Federal, o elo entre Walmir Pinheiro e Youssef extrapola a questão dos precatórios maranhenses. No dia 08 de agosto do ano passado, Walmir encaminhara um email para Youssef pedindo que mandasse cerca de US$ 5 mil para sua mulher, Luciana de Almeida, nos Estados Unidos. No email, Walmir afirma que Luciana estava num hotel de Miami próximo ao banco para o qual Youssef deveria remeter os recursos. Walmir encaminha, inclusive, uma cópia do passaporte de sua mulher para Youssef a fim de facilitar a remessa do dinheiro para os Estados Unidos.

quinta-feira, 24 de abril de 2014

SERÁ QUE ELE TEM CORAGEM? DEPUTADO MANOEL RIBEIRO PARTE PARA CIMA DO GOVERNO E AMEAÇA ENTREGAR A "BEM VIVER"

Manoel Ribeiro, uma metralhadora giratória contra o próprio governo do qual faz parte
Manoel Ribeiro, uma metralhadora giratória contra a base do governo do qual faz parte


Foi um final de sessão tenso hoje de manhã na Assembleia Legislativa do Maranhão. O deputado Manoel Ribeiro (PTB), que há tempos não anda se relacionando muito bem com o governo Roseana, decidiu  partir de vez para cima do governo do estado e do deputado Antonio Pereira (DEM).


Ribeiro começou chamando o deputado Antonio Pereira de “ defensor de pistoleiro”, referindo-e a ação do parlamentar no município de Bom Jardim. Segundo Manoel Ribeiro, Antonio Pereira protege ações de corrupção da prefeitura daquele município.


Em continuidade aos disparos da metralhadora giratória, Manoel Ribeiro partiu para cima de Hildo Rocha, um do principais articuladores políticos do governo Roseana:  O grande secretário de Assuntos Políticos do Maranhão, o senhor Hildo Rocha, (Sic)  não tivera a consideração de me levar, me convidar (para ato em São João do Caru) : olha, rapaz, tu que foste o deputado majoritário lá de São João do Caru, eu e a deputada Vianey Bringel fomos os mais bem votados lá, mas não fomos convidados, no entanto. Declarou Ribeiro


Ao final do discurso, quando o deputado Antonio Pereira pediu um aparte, Ribeiro declarou que em outro momento subirá à Tribuna para denunciar a ONG Bem Viver, cujos contratos milionários com a Secretaria de Saúde do Estado, colocam sob forte suspeição a idoneidade do contratos de terceirização da secretaria.


É mais um abacaxi para a já enfraquecida base governista na ALEMA descascar.


Os ratos começam a abandonar os barcos sarneysistas. (Fim do texto de Lígia Teixeira)

Minha opinião (Josué Moura)

Particularmente eu duvido que o deputado Manoel Ribeiro vá até o fim com essa zanga dele. Já o vi varias vezes estrebuchar, prometer que vai fazer e acontecer, mas na hora H nada, é só "arrufo". Se realmente o deputado Ribeiro resolvesse detonar a "Bem Viver" e o esquema milionário que envolve o deputado Antonio Pereira (DEM) e o todo poderoso secretário Ricardo Murad, estaria finalmente prestando um grande serviço ao Maranhão e se redimindo de todos esses anos em que compactuou com o sarneysismo que tanto tem infelicitado o Maranhão...

Vamos lá, deputado, mostre que eu estou enganado!

CATÓLICOS DE IMPERATRIZ SE PREPARAM PARA O CORPUS CHRISTI




A solenidade cresce a cada ano e desponta como um dos maiores eventos do calendário cristão imperatrizense. lançamento da 5ª Edição de Corpus Christi aconteceu ontem, 23.

“Jesus, Palavra de Deus” é o tema do Corpus Christi 2014 que será realizado no estádio Frei Epifânio D´Abadia, em Imperatriz no dia 19 de junho. A programação desta edição foi apresentada para imprensa em um café manhã, nesta quarta-feira (23), na sede da Comunidade de Aliança Sagrada Família. Padres, membros da comissão organizadora e autoridades civis e militares também marcaram presença.


A expectativa é que maisde 16 mil pessoas devam comparecer a solenidade. Considerado o maior evento religioso da cidade, a tradicional festa comemora sua 5ª edição esse ano e desponta como uma das maiores do Estado neste segmento.


“A cada ano acentuamos uma prioridade do plano pastoral da diocese. Já trabalhamos a prioridade;em estado permanente de missão;Comunidade de comunidades;a serviço da vida plena para todos e este ano nós vamos trabalhar a Palavra de Deus. A Bíblia como instrumento de revelação tendo na pessoa de Jesus seu principal acontecimento. Ele é a palavra do Pai”, destaca o bispo de Imperatriz, Dom Gilberto Pastana.


Na cor verde, a camisa oficial desta edição remete a esperança, sentimento que deve ser compartilhado com todos.Ao todo cerca de mil pessoas estão envolvidas na organização da festa que incluem desde parcerias com a iniciativa privada a ornamentação das ruas por onde passarão os fiéis.


Para que não haja atraso na programação, este ano os portões do estádio serão abertos mais cedo, às 15h. O roteiro de 2013 será mantido, a celebração será iniciada com missa no Estádio Frei Epifânio às 18h. Depois os fiéis seguem em procissão pelas ruas da cidade encerrando-se com a adoração ao Santíssimo Sacramento na Catedral de Fátima.


A exemplo do ano passado serão instalados telões do lado de fora do estádio e haverá também transmissão ao vivo da solenidade por meio da TV e rádios locais. Além disso, desde o início do mês, o Bispo de Imperatriz tem visitado as paróquias da Diocese com o objetivo de preparar os cristãos para o evento.


Novidades- Tradicionalmente composto por uma camisa, vela com protetor, livro de cantos, e leque, ao kit deste ano foi adicionado uma espécie de bolsa para que os fiéis possam levar a Bíblia. No valor simbólico de R$ 15,00, o kit pode ser adquirido a partir do dia 07 de maio, em qualquer uma das paróquias da cidade.


Mais uma novidade é execução de ‘flashmob’ (coreografia) durante a celebração e música exclusiva voltada para o tema do evento. A comissão organizadora ainda vai divulgar o vídeo com a coreografia oficial para que os fieis possam aprendê-la. 


Redes Sociais- A grande surpresa deste ano foi o lançamento de uma fanpage direcionada para o evento nas redes sociais onde os fiéis poderão interagir com os outros usuários, fazer observações e se manter informado sobre toda a programação antes, durante e após a festa de Corpus Christi.


Para os que quiserem curtir a fanpage, acesse: https://www.facebook.com/CorpusChristiitz   (da Assessoria)