quarta-feira, 17 de abril de 2013

DUTRA DENUNCIA A VIOLÊNCIA E A INSEGURANÇA NO MARANHÃO



A região metropolitana de São Luís conta com 2.372 homicídios desde o início da gestão da Governadora Roseana Sarney(PMDB), desde abril de 2009. A afirmação foi proferida pelo Deputado Domingos Dutra(PT/MA) durante discurso no Plenário da Câmara, na última terça-feira, dia 16, onde frisou a ausência da Segurança Pública no Estado do Maranhão.

“De 2009 até o momento, período em que a atual Governadora assumiu por um golpe dado no ex-Governador Jackson Lago, já foram assassinadas, só na região metropolitana de São Luís, 2.372 pessoas. Isso dá uma média de 593 pessoas por ano, numa população de 1milhão de pessoas”, denunciou o Domingos Dutra.

O parlamentar mencionou a execução de 10 pessoas na grande São Paulo no último fim de semana que chocaram o País, no entanto, relatou é pouco se comparado com a região metropolitana de São Luís. “Em São Luís, a média é de 30 pessoas executadas por final de semana, para uma população de 1 milhão de habitantes” . No sistema carcerário, de 2009 até hoje, já foram assassinados 129 presos. O maior índice de execução de encarcerados no Brasil é do Estado do Maranhão.

A falta de segurança na própria Secretaria de Segurança Pública do Maranhão é tamanha que, na madrugada da última terça-feira(16), bandidos invadiram a Secretaria para subtrair materiais como portas e janelas. A ação teria sido cometida por dois homens, que teriam entrado, por volta de meia-noite, pelos muros que dão acesso a área dos fundos do prédio.

CORPO DE BOMBEIROS NO MUNICÍPIO DE BACABAL

O Deputado Domingos Dutra fez menção à matéria divulgada no programa Fantástico, no dia 7/04, o qual mostrou para o Brasil a situação do Corpo de Bombeiros do município de Bacabal e a lamentável situação do Maranhão.

“Em Bacabal, com 100 mil habitantes, uma cidade polo do Mearim, em torno da qual existem mais de 30 municípios, é vergonhoso que não haja um posto do Corpo de Bombeiros. Quando há um incêndio, o aparelho de Segurança usa um carro-fossa, carro de carregar fezes para apagar incêndios”, relatou o parlamentar.

O Deputado Domingos Dutra criticou a resposta do governo por meio do Deputado Estadual Magno Bacelar (PV). “A Governadora mandou dizer a população maranhense que o povo tem que optar entre escapar fedendo ou morrer queimado. Essa, infelizmente, é a opção que a Governadora Roseana Sarney, que está no Governo a partir de um golpe, mandou a população do Maranhão”, relatou o parlamentar ao chamar de deboche a infeliz resposta.

Para concluir, na tribuna, o parlamentar exigiu respeito aos maranhenses. “O povo do Maranhão quer respeito. O maranhenses não quer escapar fedendo e nem morrer queimado. O povo do Maranhão quer vida digna, quer saúde de qualidade, quer educação libertadora, quer uma agricultura que dê condições de vida para os agricultores. Mas, infelizmente, num Estado dominado por uma oligarquia há 50 anos, a opção que o povo tem é esta: escapar fedendo ou morrer queimado”.


Salis Chagas, Assessor de Comunicação

Nenhum comentário: